O "Tormento" voltou...

Depois de três anos de dor, de sofrimento e principalmente de saudade do meu pai, o tormento voltou para nos magoar mais um bocado. Desta vez foi aquela que me fazia ter esperança na humanidade. Aquela que com apenas o seu sorriso, me fazia sentir importante e por um instante parecia que tudo era bom. A dor era menos dor, o sofrimento era menos sofrimento e até a saudade era menos sentida. A minha avó era a pessoa que eu mais queria seguir. A dona de casa mais fiel aos seus. A mãe mais cuidadosa dos seus filhos e avó que mesmo não estando todos os dias com os seus netos, os amava incondicionalmente. Volta agora, a duas semanas do Natal (data que se pede união e paz e harmonia) , o " Senhor" a fazer das dele. Ela fez algum mal ? Não rezou naquela noite? Então porque teve de deixar aqueles que tanto a queriam por perto?